MidiaKit

Saiba o que é gastronomia funcional


Cada vez mais as pessoas se preocupam com qualidade de vida. Entretanto, com a correria diária, a agitação da vida moderna – especialmente nas grandes cidades – e o aumento do consumo de produtos industrializados, manter uma alimentação saudável, equilibrada e em horários apropriados acaba ficando em segundo plano. Isso trás uma série de problemas ao nosso organismo, como doenças e sobrepeso, entre outras consequências que podem se agravar com o passar do tempo. Mediante à este cenário, escolher bem os alimentos que serão consumidos torna-se muito importante. Por isso, a gastronomia funcional tem ganhado cada vez mais destaque.

 

O que é gastronomia funcional?

A união da gastronomia com a nutrição funcional resulta na gastronomia funcional. A intenção é nutrir o organismo com os alimentos adequados, respeitando a individualidade bioquímica. Ou seja, o que o corpo da pessoa necessita para funcionar em perfeitas condições, a fim de eliminar problemas, como alergias e intolerância a determinados alimentos, e proporcionar mais saúde, qualidade de vida e bem-estar. Também se leva em conta o estilo de vida, o sexo e o estado de saúde atual do indivíduo.

 

Alimentos funcionais

De acordo com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), alimentos ou ingredientes funcionais são aqueles que, quando consumidos com frequência, como parte de uma dieta saudável e equilibrada, trazem benefícios à saúde, indo além das funções básicas de nutrição. Eles não têm poder de cura, mas reduzem os riscos ou previnem doenças cardiovasculares, crônicas e autoimunes, entre outros tipos, e aumentam as defesas do organismo.

Na gastronomia funcional, dá-se preferência aos alimentos orgânicos e biodinâmicos. Ambos são cultivados sem adubos químicos e agrotóxicos. No entanto, a agricultura biodinâmica leva em conta o posicionamento da lua e de outros astros para o plantio, cultivo e colheita dos alimentos. Ela também promove o rodízio das culturas no solo para não empobrecê-lo.

 

Alguns dos benefícios da gastronomia funcional

O consumo regular de alimentos ricos em ômega 3, como a chia, que ajuda a melhorar a atividade cerebral, auxilia no combate às inflamações e na diminuição do risco de doenças cardiovasculares. Os probióticos, como os leites fermentados, coalhadas, queijos e iogurtes ajudam a regular o funcionamento do intestino e previnem o aparecimento do câncer no cólon. Já os prebióticos, como a biomassa de banana verde, batata yacon, aveia, chicória, alho e o aspargo auxiliam no funcionamento intestinal e promovem o aumento do cálcio no organismo. Os antioxidantes, como o suco de uva integral, as ervas e as especiarias atuam na redução do envelhecimento celular e na inibição da formação de Câncer.

Há uma gama de alimentos benéficos à saúde de diversas maneiras. Entretanto, para o organismo se beneficiar de todos os nutrientes, é preciso fazer uma reeducação alimentar.

 

Todo alimento é funcional?

Sim, todo alimento é funcional, mas não para todas as pessoas. Por isso, dependendo da individualidade bioquímica, um alimento pode fazer muito bem para uma pessoa e provocar alergias e reações em outra. O ideal é consultar um especialista a fim de descobrir quais alimentos trarão benefícios ao organismo.

 

Como potencializar os fitoquímicos dos alimentos?

Na gastronomia funcional, não só os alimentos a serem utilizados têm fator de importância, mas também o modo de preparo destes, a fim de preservar e potencializar ao máximo seus fitoquímicos. Isso garante também que sejam absorvidos pelo organismo da melhor forma: é a chamada biodisponibilidade do nutriente.

Por exemplo, quando o tomate é aquecido na temperatura adequada, o seu fitoquímico (licopeno) é potencializado. Se o azeite é acrescentado, o organismo absorve o licopeno mais facilmente.

Nem só de pratos salgados vive a gastronomia funcional: guloseimas também entram nesta modalidade gastronômica. Como a Ganache de Cacau, que é um creme de chocolate preparado com cacau, biomassa de banana verde e leite de coco. Por não conter nenhum produto lácteo, nem açúcar e ser livre de glúten, pode ser consumido por todas as pessoas. Satisfazendo o paladar e beneficiando o organismo nutricionalmente.

As informações acima são de responsabilidade do autor e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio. Confirme as informações antes de sair, pois os horários podem ser alterados.